O procedimento para amenizar rugas mais procurado do Brasil O procedimento para amenizar rugas mais procurado do Brasil

O procedimento para amenizar rugas mais procurado do Brasil

Conheça mais sobre a técnica de rejuvenescimento facial Mais um ano chega e as novidades em tratamentos estéticos para combater o envelhecimento não param de surgir. Aparelhos de última geração, estímulo de colágeno, renovação celular, peelings hi-tech, enfim, não falta opção. No entanto, em meio a tanta tecnologia, a aplicação de toxina botulínica – popularmente chamada de Toxina Botulínica – feita por meio de uma simples injeção, ainda é a campeã dos procedimentos em consultórios dermatológicos e de cirurgia plástica, quando o objetivo é combater rugas. A toxina botulínica é a mais indicada para tratar rugas, pois é um método que possui um efeito que nenhum outro possuiu, pois ele atua no músculo. Apesar da grande procura muitas pessoas chegam à clínica com medo do Toxina Botulínica, mas depois de entender como é aplicado, quais são os benefícios e o tempo de duração, resolvem testar e a maioria volta para novas aplicações. Para ajudar você a identificar se vale a pena ou não investir na técnica, veja abaixo os oito aspectos mais importantes dela: 1) Eficácia e mecanismo de ação A ação da toxina botulínica é eficaz para amenizar rugas dinâmicas, aquelas provocadas por vícios de expressão, que aparecem quando os músculos da face estão em movimento, e também as rugas estáticas, que aparecem mesmo quando o rosto está parado. Contudo, diferentemente do que muita gente pensa, o Toxina Botulínica não atua na flacidez da pele. 2) Toxina Botulínica e outros procedimentos Outros métodos são importantes na estimulação de colágeno e na renovação celular, mas eles complementam a ação da toxina e vice-versa. Não há nenhum tratamento que se compare ao efeito da toxina botulínica para atenuar rugas. Outra vantagem do Toxina Botulínica sobre os demais procedimento é sua ação preventiva. Por paralisar rugas dinâmicas, tem alto poder de prevenir o aparecimento de novas marcas da idade e a piora nas já instaladas. 3) Contraindicação Não podem fazer uso da toxina botulínica as gestantes, mães que amamentam, pessoas com doenças autoimunes, doenças neurológicas e que afetam os músculos, alérgicos a proteína do ovo e que estejam fazendo uso de medicamentos com aminoglicosídeo. 4) Riscos Entre os maiores riscos da toxica botulínica está o exagero na dosagem e a aplicação em regiões erradas, que pode causar assimetria. 5) Regiões que podem ser tratadas As regiões do rosto mais beneficiadas pela técnica são as rugas da testa, glabela (entre as sobrancelhas), pés de galinha e qualquer ruga que se forme na região dos olhos. Também podem ser tratadas as rugas verticais que aparecem no limite dos lábios superiores. 6) Envelhecimento avançado Nos casos mais avançados atenua as rugas estáticas já instaladas e previne a formação de novas, assim como a melhora do aspecto geral da pele e do semblante como um todo. 7) Aplicações Pode-se dizer que as aplicações geralmente são feitas de quatro a seis meses depois da última sessão, e sempre com indicação médica. 8) Expressão facial: natural x engessada O grande conflito de quem quer experimentar o Toxina Botulínica é a questão da naturalidade. De fato, isso pode ocorrer caso as doses sejam exageradas e as áreas demarcadas para a aplicação não sejam corretas. Na dúvida, fica a regra: o objetivo é eliminar a ruga, não a expressão natural. Para mais informações, faça uma visita a Clínica Mais e tire todas as suas dúvidas. REDAÇÃO MAIS
Share:

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *